Tags

tempo bom

Que saudade do tempo que fui iniciada…Há 35 anos atras o candomblé era bem diferente havia também muita coisa “estranha” mas também existiam muito respeito pelo sagrado. No meu tempo uma recém iniciada não ficava em pé de frente ao seu sacerdote ou de seus mais velhos, caminhávamos curvadas, se caso o vodun do sacerdote ou da sacerdotisa estivesse em terra, todos dormiam no bom termo da palavra e quando não incorporavamos com nosso vodun (nem sempre eles estão disponivel ao capricho humano) ficavamos de “ta” (ori) baixo em forma de respeito ao sagrado.
Algumas Coisas que não fazíamos no tempo antigo que hoje costumamos ver nas casas modernas:

-Não se bate porta em roça de candomblé

-Não se fala alto dentro da roça

-Não se caminha em pé dentro da roça, sempre curvados e com o “ta” (ori) baixo em respeito aos voduns.

-Não discordamos, retrucamos jamais a palavra de um mais velho.

-Caso estivessemos preparando alguma comida para o vodun era sempre de boca fechada e rezando para o vodun em questão. Não se podia conversar.

-Serve-se sempre na bandeja as pessoas em geral dentro da roça independente de cargo ou grau, questão de educação.

-Jamais participávamos de conversa dos mais velhos somente caso for convidados a participar de alguma conversa. Mas com discrição e muito respeito.

Não olhávamos os mais velhos na face, sempre de “ta” (ori) baixo e a palavra magica era sempre abença minha mãe ou abença meu pai apos alguma conversa.

Participe e deixe sua experiencia sobre sua vida de candomblé deixando uma mensagem…Conte como foi ou como esta sendo sua vida de candomblé.


Anúncios