Tags

xango

Sua abença mãe Andreia
Sou dofona de Xango
Sai da casa do meu pai porque a pombagira estava tomando conta do barracão a ponto de ela tomar as decisões pelo pai de santo, tudo tinha que perguntar a pombagira e meu pai esqueceu do Orixá dele, invés dele perguntar a Ogum orixá de cabeça dele, ele so perguntava a pombagira e até mesmo fundamentos de santo era a pombagira quem dava as dicas. isso pode acontecer numa casa de santo? Tive varias brigas com ele até que resolvi abandonar a casa e estou frequentando a casa de meu avo de santo. Muito triste a dedicação excessiva dos pais de santo com as pombagiras, mas na maior parte das vezes são homens que usam a pombagira para colocar o lado feminino de fora por não terem a coragem de interagir com sua cara lavada, isso é minha opinião.

sofo
Sacerdotisa Andreia Camargo responde:
Meu pai Bessem que lhe abençoe dofona
Minha querida os catiços são entidades (kutoto/eguns) que se deve tomar muito cuidado, se o sacerdote não tiver equilíbrio e controle da situação essas entidades tomam a frente e fazem a festa, já vi muitas casas se fecharem e muitas vidas despedaçadas pelo cultivo excessivo dos catiços. O candomblé não é isso, torno a dizer que o candomblé é culto a ancestralidade, amor e respeito a natureza, todo cuidado é pouco.
Quem muito mexe na panela de angu fervendo pode acabar queimando as próprias mãos. Peça seu avô para que converse com seu sacerdote para que ele possa ter elucidação do que esta acontecendo. Não se pode entregar na mão dos catiços uma casa de candomblé, quem deve ter o comando é o Vodun/Orisa/Nkice do sacerdote. Simples assim!
O Rei Dan é Vivo
Dan Gbe Gbenoi


Anúncios