Tags

como é o candomblé na africa_thumb[1]

No dia exato em que uma criança entra no Hun-Kpame, ou Vodum Kpame (convento, templo) o Vodum toma posse da criança que por três meses será chamada de KAJEKAJI (neófito). O que nós chamamos de “noviciado”é o processo que os fará tornar se na verdade o que eles misticamente já são. Os neófitos são cuidados pelo Xwegan (que é o cabeça do templo) o Kangan (responsável pela disciplina) o(a) Hunso e a(o) Nagbo que são mestre e mestra do noviço respectivamente. O Hunkpame (convento) é uma escola severa de renúncia e resistência. Dentro dela os eleitos são iniciados no culto dos Voduns, a quem foram consagrados para a vida toda. Iniciar-se para o Vodum é o momento de particular importância e de profundas marcas na vida do indivíduo. É o desejo de gradualmente conduzir sua existência profana para sua existência como pessoa sagrada. O noviço passa por várias separações, cada separação significa uma morte da vida profana que levava antes. Primeiramente o vodunsi deverá fazer vários juramentos de absoluto silêncio no que concerne ao que ele viu e ouviu ou verá ou ouvirá no convento. Qualquer vodunsi que não guardar seu juramento será considerado um traidor. Aquele que fracassar em sua iniciação em sua consagração e não souber como se comportar em ambiente profano, será considerado uma pessoa infiel e uma ameaça para a autoridade, não do homem, mas da divindade. Aquele que se portar com rebeldia ou com raiva será culpado e somente conseguirá amenizar sua situação após vários ritos de Fá (conjuração) Ewusla(purificação). Na pedagogia da iniciação, o neófito deverá provar sua capacidade de resistência nos caminhos de sua formação que serão os caminhos de sua vida. O treinamento contínuo, que é uma característica geral do sistema educacional Fon, é a expressão mais forte dentro do Hunkpame, disciplina e tenacidade são essências, punições corporais servem para desenvolver estas características. A este respeito pode ser dito: o corpo registra conhecimento. Cada vodunsi armazena em seu corpo o solo onde a iniciação foi semeada por meio de gestos, atitudes, palavras e, se necessário for flagelação. As palavras e gestos dos professores deverão ser memorizados e reproduzidos exatamente pelos estudantes. A pedagogia da iniciação envolve a transmissão de gestos e palavras, o que requer esforço de ambas as partes, iniciador e iniciando “a mente, coração e o corpo trabalham juntos para construir o homem em seu total” Além de aprender a linguagem do Vodum, os cantos culturais e as danças,para satisfazer as necessidades materiais do convento e do Hunnon (sacerdote de Vodum) o jovem deverá dedicar-se a si mesmo, trabalhando no campo em períodos fixados, fazendo cestos, esteiras e roupas de ráfia, que serão vendidos no mercado local pelos serviçais do convento. Não há “vida fácil” no período de iniciação; a preguiça deverá ser odiada como se fosse uma praga; “kajekaji mo no do hwememelo” que quer dizer: “O neófito não tem descanso” O vodunsi,masculino ou feminino, deverá mostrar maturidade e seriedade com as coisas da religião. Desta maneira eles contribuirão com o equilíbrio, ordem social, cultural e integridade religiosa de sua comunidade e seu povo. Antes de retornar ao mundo dos não iniciados, depois de sua consagração e sua iniciação, entre outras recomendações, eles deverão cultivar o senso de irmandade com todos os outros vodunsi respeitar o Vodum e sentirem se responsáveis pela terra de seus ancestrais. A cerimônia de dar areia para o ex-kajekaji acontece em datas estabelecidas pelos Voduns. Podem demorar de 10 a 20 anos para acontecer. No período desta cerimônia, o Vodunon manda chamar todos os que foram iniciados no mesmo período e os coloca em retiro (xwe mi faz xo)algumas horas, depois o Vodunon coloca um pouco de terra nas mãos de cada iniciado e diz:“Danxome ko tonye die emi so do alome nu hwima nu e je ayi gbede o”(Aqui está a terra do danxome, a qual eu coloco em suas mãos jamais a deixe cair !)

Caso copie o texto dê créditos ao blog:

 Sacerdotisa Andreia Camargo Entrelinhas ( http://www.andreiacamargo.wordpress.com )

Anúncios