Tags

oshum

Abença mãe Andreia
Sou sacerdotisa de oxum, ha 17 anos confesso que está difícil continuar com a minha dedicação e meu esforço para com os orixas mi dedico inteiramente muitas vezes esquecendo da minha família deixando meus filhos carnais em falta e meu marido para cuidar do meus filhos de santo, mas a ingratidão é imensa e não aguento tanta facada no peito, muitos filhos após iniciados não esperam nem pegar a obrigação de um ano e com dois anos resolvem mudar de casa e seguir outro lugar, a ultima que aconteceu na minha casa foi de um filho que estava vendendo droga em dias de festa na minha roça, deu até policia e até eu provar que não era cumplice estou respondendo um processo por culpa dele, mesmo ele dizendo que eu não sabia de nada o processo está nas minhas costas ai eu pergunto, por que os voduns e orixas não cortaram isso? Esse menino do ogun traficava dentro de minha casa ha mais de 4 anos e eu cega não vi, ou culpa da minha engenuidade. Denunciaram a minha casa como local de trafico de droga isso aconteceu ha 2 anos atras mas até hoje os policiais vivem dando batidas na minha casa para ver se estar tudo em ordem o filho de santo eu expulsei da roça e mesmo assim não tenho paz e nem mais credibilidade após o que aconteceu. Ja pensei várias vezes em fechar minha roça e acabar com tudo, e não sei mais o que fazer a unica coisa que me resta é o amor pelos orixas. No mais agradeço de antemão a sua resposta e seu conforto.

sofo
Sacerdotisa Andreia Camargo Responde:
Kolofé Olorun – Kolofé.
Realmente a responsabilidade é imensa porque lidamos com vidas, com uma infinita diversidade onde devemos sempre estar de olhos bem abertos porque o pior inimigo é aquele amigo que senta na mesa conosco e depois nos dar uma punhalada. Quanto a pergunta: “por que os Orixas Não cortaram isso?”
O sagrado dão sempre sinais, se comunicam de várias formas, foi você que não foi suficientemente sensível para sentir essa comunicação de alerta.
Acontecer pode acontecer com qualquer um, agradeça que o pior não aconteceu, tiroteio e mortes na sua casa por causa da droga. Ninguém está livre dessas coisas acontecerem, somos seres humanos e a maldade invade as melhores casas, é preciso ter fôrça e muita fé, não desanime e siga em frente, como você mesmo disse o rapaz que estava vendendo a droga a inocentou perante a justiça, no mais siga em frente erga seu Itá (ori), alimente, reforce quem de direito tem que ser energisado e siga sua vida com a conciência limpa perante o mundo, pois os Voduns sabem da verdade e se essa verdade está ao seu favor tudo irá se colocar no seu devido lugar. Toda nuvem passa e a sua há de passar, dê tempo ao tempo. Procure ajuda dos seus mais velhos, oriente-se e busque respostas que seus mais velhos irão lhe fornecer, pessoas grandes são humildes e não esquecem de se curvar aos seus mais velhos.
O Rei Dan é vivo
Dangbe Gbenoi
vanni.camargo@gmail.com

Anúncios