Tags

xango

Sou Antonio de xango
Mutumba sofo
sou da nassão Ketu e tenho 9 anos de raspado
Queria saber o que eu faço, tenho uma filha de santo que é lésbica e não quer colocar baiana e quer dançar na roda
vestida de homem, ela é muito masculina parece um homem, não deixei e ela fica sentada na assistencia e não entra na roda,
as vezes peço a xango que me ajude a decidir essa tarefa dificil, ver minha filha/filho sentado na assistencia triste que me olha
com um olhar de quem implora que eu aceite sua condição sexual, resolvi mandar um email para compartilhar meu problema e tirar essa
duvida, meu maior medo é ser julgado e apedrejado pela praça, faço de tudo para não errar e quero que a praça veja que eu não gosto de marmotagem
na minha casa.
agradesso se a senhora me der uma resposta.
obrigado.

sofo
Sofo Andreia Camargo responde:
Mutumbá l’asé – Mutumbá

Talvez eu vá tocar no ego e no interior de muita gente que cultiva preconceitos e fobias escondidas no seu íntimo, Mas mesmo assim eu vou quebrar esse tabu e exprimir minha opinião isso não significa que seja uma verdade  unica. Um tema muito polêmico e preconceituoso, porque não acredito eu pessoalmente que os voduns/Orisas/Nkices estão preocupados com a roupa que nós humanos vestimos, acho que o sagrado ler o interior de cada ser humano não o exterior a roupa em si não passa apenas de indumentárias, na minha humilde opinião o que conta é o respeito com o sagrado, roupa é apenas roupa, o resto é preconceito barato que os humanos impõe por ignorância e por causa da conciência que impos o catolicismo no periodo colonizador e que ainda permanece dentro de cada um de nós, pois esse tipo de preconceito não existe de onde originou nossa religião, visto que la eles dançavam nus e as mulheres até hoje dançam com os seios de fora.

as

Meninos que dançam com vestimentas femininas para o vodum

Meninos que dançam com vestimentas femininas para o vodum no Benin

O que seria pior nus ou vestidos de formas não tradicionais aos costumes dos colonizadores católicos? Seu maior problema caríssimo Antonio de Xango é estar preocupado com a “praça” essa com certeza não irá pagar suas contas e porque essa preocupação de dar satisfação aos outros? O senhor deve satisfação ao sagrado e aos seus mais velhos, esses que deveriam ser sua preocupação, seu filho escolheu por livre arbítrio seguir um modo de vida diferente daquele que tinha ao nascer, isso não o exclui da religião pelas suas escolhas, volto a dizer que o importante é o respeito o resto é ignorância e preconceito até mesmo fobia pela condição que seu filho escolheu para sua vida. Marmotagem é aceitar seu filho na casa e não assumir ele na roda. Consulte o sagrado o senhor tem jogo de búzios para isso. Abraça seu filho e reintegre ele no grupo.
Sem mais espero que com inteligência reveja seus critérios, seus preconceitos e esqueça da praça e dê mais atenção ao sagrado e aos seus mais velhos de sua raiz.
O Rei Dan é vivo!

Dangbe Gbenoi

vanni.camargo@gmail.com

hipnoseandreiacamargo.jpg

Anúncios