Tags

xango
Kolofé Mejitó Andreia de Bessem
Sou dofonitinha de xango, tenho 5 anos de raspada, amo muito a minha casa apesar de pequenas coisas acho que toda casa tem seus problemas importante que meu pai chega junto com os filhos e procura ajudar a gente naquilo que é possivel a unica coisa que deixa a gente triste é que tem muita fofoca no nosso meio de candomblé, o povo pra gostar de falar da vida alheia, meu pai adora uma fofoca eu sei que ele não é ruim mas está no carater dele falar mal até dele mesmo e depois tudo acaba em risadas. Outro dia minha irmã de iemanja estava chegando e ele nem viu e o outro meu irmão de Oxoce, danadinho sabendo como é meu pai viu a minha irmã nas costas dele e disse pru meu pai que a fomo de Iemanja meu pai não quer nada da vida deixa a gente aqui trabalhando e vai saber onde ela está, meu pai com a lingua grande respondeu pra ele que aquela filha da P… deve estar na zona dando prus homis, aquela discarada, nisso a fomo de Iemanja disse pru meu pai não to na zona não to aqui atras do senhor. Nossa meu pai quase infartou ficou vermelho de vergonha e disse pra ela que estava brincando, minha irmã mandou meu pai tomar naquele lugar meu pai começou a brigar com dofonitinho de oxoce que meteu ele naquela situação, nossa foi um pega pra capar, a confusão durou a tarde toda meu pai quebrou alguidar, jogou louças na rua saiu quebrando varias coisas, minha irmã fomo disse que não queria mais saber da casa porque não aceita ser tratada como puta pelo proprio pai de santo. Foi uma viração de santo, foi uma tarde dos infernos. Em fim Mejitó porque isso tem que acontecer, e pior que meu pai é uma otima pessoa a unica coisa que ele não controla a lingua dele, ele diz que não tem culpa se a fofoca vem atras dele, meu pai é de Inhassa, tem candomblé que quando ver ele chegar o povo um olha pro outro de rabo de olho a gente sente o clima. Mejitó desculpa o desabafo era só para pedir uma opinião para tentar fazer alguma coisa pelo meu pai para ajudar ele, porque quase todos filhos abandonaram ele por causa da lingua dele, eu e mais duas ficamos na casa, e olha que ele tinha uns 19 filhos de santos na casa, ficou reduzido ha 3 filhas. Eu jamais vou abandonar ele porque sei que ele é bom de coração tira da boca dele para dar pra gente tadinho amo demais meu pai, ja conversei com ele porque tenho intimidade de falar abertamente com meu pai e pedi a ele para controlar a lingua, tem uma lingua que não cabe na boca. A senhora pode me ajudar? o que posso fazer para ajudar meu pai?
Sua abença e muito obrigada.

sofo

Sofo Andreia Camargo responde
Minha filha pelas águas de Dada, a postura de um sacerdote ou sacerdotisa deve ser impecável perante os filhos e a sociedade, ele deve dar exemplo para que não aconteça o que está acontecendo com seu sacerdote, parabéns pela sua postura e fidelidade, pessoas como você que devem estar dentro de uma roça de candomblé, não abandona o barco quando está afundando. Quanto a você querer ajudá-lo, isso não depende de você meu anjo é seu sacerdote que deve procurar ajuda para segurar seu asé, porque se ele não cuidar em quanto é tempo, acaba essa roça sendo fechada pelo sagrado. Peça a ele para procurar ajuda dos mais velhos, ele não pode continuar desse jeito, administrar uma roça é preciso haver muita dignidade é lamentável esse comportamento do seu sacerdote, isso não é digno de uma pessoa que lida com o sagrado. A unica coisa que posso lhe dizer minha querida dofonitinha de Xango que converse com ele para procurar ajuda, muitas vezes se torna difícil tentar concertar um vaso quebrado, requer muita fôrça de vontade e desejo de querer mudar, mais uma vez parabéns pela sua postura. Nos informe como ficou a situação do seu sacerdote.
O Rei Dan é vivo
Dangbe Gbenoi

vanni.camargo@gmail.com

Anúncios